segunda-feira, 18 de março de 2013

Prédio da Irmandade da Boa Morte ganha pontos de acessibilidade


O prédio da Irmandade da Boa Morte, em Cachoeira, está em reforma, que tem o intuito de adequar o prédio às normas de acessibilidade. Os trabalhos estão previsto para serem concluídos em junho.
Serão construídos novos banheiros, elevadores, rampa de acesso e novas salas. Na parte externa, é possível que tenha uma rampa, sem afetar a arquitetura do lado de fora do prédio. Porém ainda não há um projeto para sinalizações em braile e libras.
Usuários de cadeira de rodas, muletas e bengala terão maior mobilidade dentro do prédio de quatro andares.
Prédio da Boa Morte  Foto: Valdelice Santos
A reestruturação da sede instalada desde 1995, em um prédio do século XIX, era um desejo antigo das irmãs da Boa Morte, que sempre quiseram promover de maneira adequada um maior contato dos turistas e da comunidade com sua cultura.
Outras instalações poderão ocorrer após a reforma. De acordo com Valmir Pereira dos Santos, administrador da casa da Irmandade da Boa Morte. A proposta do governo é ampliar e transformar o local em um centro cultural, organizando o memorial, a pinacoteca, o salão de exposição, vídeo e palestra.
 A reforma é feita com o apoio do Governo do Estado da Bahia e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Literando