segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Bienal do Recôncavo movimenta São Félix até março

         A XI Bienal do Recôncavo da Bahia, realizada no Centro Cultural Dannemann, na cidade de São Félix, foi aberta na noite de sábado (24) com performances, apresentação de samba roda da Esmola Cantada e show de reggae com Jeremais Gomes. As obras selecionadas ficarão expostas até o dia 24 de março de 2013. Durante esse período, haverá cursos e oficinas e nos finais de semana acontecerá palestra e outras atividades. 
          Artistas de 15 estados brasileiros inscreveram 1.515 trabalhos, porém foram escolhidos 242 deles. Os trabalhos selecionados foram 54 fotografias, 49 instalações, 34 pinturas, 24 vídeo-artes, 20 novas experiências, 14 objetos, 12 desenhos, 11 gravuras, 11 performances, 8 esculturas, 4 obras em artes gráficas e 1 grafite. 
           A Bienal do Recôncavo da Bahia foi criada no início dos anos 90 e é um dos principais eventos artísticos da Bahia, que tem participação de concorrentes nacionais e estrangeiros. 
Obra vencedora da artista Flora Rabello
A bienal atribui um “Grande Prêmio” e um curso na Europa para o trabalho considerado mais significativo, além disso, oferece outras premiações. A grande vencedora desta edição foi Flora Rabello, de São Paulo, que participou da exposição com os desenhos Chapéu Mosquiteiro e Interior de Chapéu. Ela fará um curso de especialização na Itália.       
A programação do evento encontra-se no Centro Cultural Dannemann. 


Texto e fotos de Valdelice Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Literando