segunda-feira, 12 de março de 2012

Por dentro da Casa de Cultura de São Félix

A Casa de Cultura de São Félix desenvolve muitas atividades, dentre elas, podemos destacar exposições culturais. reuniões, confecção de Cabeçorras, faixas e placas para inaugurações, cursos profissionalizantes e artesanais, ensaios e apresentações de grupos culturais. A responsável pela Casa é Beatriz da Conceição, conhecida como Bibi.
Em épocas passadas, ela serviu de moradia para a população que ficou desabrigada durante enchentes provocadas pelo rio Paraguaçu, há mais vinte anos. Hoje é solicitada sempre para dá suporte a vários eventos que acontecem no Município, além de servir como local para restaurar uma boa parte do mobiliário dos diversos setores da Prefeitura, principalmente os Escolares.
A Casa de Cultura de São Félix surgiu no início da década de 80, quando a população local sentiu a falta de um espaço cultural. O então prefeito, Eduardo José de Macedo, adquiriu um prédio,
onde funcionou a antiga fábrica de charutos Dannmann, e doou para ser o centro cultural, dando o nome de Américo Simas, filho de São Félix, considerado um gênio na história brasileira da Engenharia Civil.

Grupo Folclórico da Casa de Cultura Américo Simas (ligado à prefeitura)

Puxada de Rede;
Bumba-meu-boi;
Mandus;
Cabeçorras;
Quadrilha Junina;
Segura a Velha;
Pastoril;
Paixão de Cristo;
Bibizona (baiana gigante);
Grupo de Baianas.

Busque mais informações e visite também a Casa da Cultura:
Fone: 75-3425-2914
Endereço: na rua Cel. João Severino da Luz Neto, de frente para o INSS
Funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 e das 14 às 18 horas

Foto de Valdelice Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Literando