segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Artesanato que está em moda

A casa da Cultura de São Félix, Américo Simas, em comemoração aos 127 anos, está com uma exposição de arte em fuxico, feito por artesãs locais, aberta no 13 e vai até 21 de outubro. Trabalhos de Edna Macedo, Gilma Borges, Teresinha de Jesus e Ednéia Nascimento, mostram que essa arte secular pode ser sempre atualizada com o uso da criatividade e de novas ideias.
O fuxico é uma arte feita com retalhos de panos, que pode se produzir capa de almofadas, colchas, roupas, tapetes, bolsas, toalhas de mesa e outros itens para a casa e vestuário. A arte é muito simples e com investimento baixíssimo, só é necessário criatividade, resto de tecido, um molde redondo, tesoura, agulha e linha.
Além de gerar renda para o núcleo familiar, o fuxico serve para se livrar do stress do dia-a-dia e trabalhar questões como auto-estima, saúde física e direitos sociais. A arte é composta especialmente pela união de pequenos pedaços de tecido, os quais, dobrados e costurados, dão um formato de flores. Esse artesanato pode ser também misturado a outros, como o crochê, por exemplo, que dá um charme diferenciado à peça.

A arte de fuxicar é antiga

O fuxico já passou por diversos preconceitos e até mesmo pelo esquecimento, durante algum tempo. O fato é que ele é hoje considerado a forma mais personalizada e valorizada de produzir itens e acessórios. Essa arte surgiu com mulheres do interior do nordeste do brasileiro, que se reuniam nas horas vagas para fofocar sobre os assuntos diários e, ao mesmo tempo, confeccionavam peças de uso doméstico com as sobras de tecidos, daí o nome fuxico.
Hoje ele é tão ‘fashion’ que os estilistas usam em suas coleções apresentadas nas passarelas, para dá um toque mais original. As lojas de roupas também solicitam peças das artesãs de fuxico para montar suas vitrines.

Aqui vai algumas dicas de fuxico:
Fonte:http://www.sonholilas.com.br/2008/03/19/como-fazer-fuxicos/

Fuxico simples
Materiais a ser usado: molde de papelão do tamanho de sua preferência; tecido liso ou estampado, linha, agulha de costura e tesoura.

Execução:

1 – Corte o tecido conforme o molde de papelão;
2 – Dobre as bordas e alinhave toda a volta;
3 – Puxe a linha para fechar;
4 – Arremate e corte a linha.


Minifuxico simples: para fazê-lo repita os passos do fuxico simples, usando agora um molde de papelão menor.


Fuxico de flor com pontas

Materiais a ser usado: molde de papelão do tamanho de sua preferência; tecido liso ou estampado, linha, agulha de costura; tesoura e minifuxicos.

Execução:

1 – Corte o tecido conforme o molde de papelão;
2 – Dobre o círculo no meio e depois, dobre mais uma vez;


3 – Alinhave a parte debaixo e puxe a linha para franzir;
4 – Sem cortar a linha, comece a alinhavar a outra pétala da mesma forma;


5 – Repita até formar uma flor com cinco ou seis pétalas;
6 – Costure um minifuxico no miolo. Se quiser também pode colocar botões ou contas de bijuterias.


Fuxico de flor arredondada

Materiais a ser usado: molde de papelão do tamanho de sua preferência; tecido liso ou estampado, linha, agulha de costura; tesoura e minifuxicos.

Execução:

1 – Corte o tecido conforme o molde de papelão e dobre no meio;
2 – Alinhave a parte debaixo;
3 – Costure um minifuxico no miolo.



Fuxico de flor hexágono


Materiais a ser usado: molde de papelão do tamanho de sua preferência; molde de papelão de héxagono; tecido liso ou estampado, linha, agulha de costura e tesoura.


Execução:
1 – Corte o tecido conforme o molde de círculo e coloque o molde de héxagono no centro;
2 – Dobre o tecido em três lados do molde;


3 – Alinhave as bordas e retire o molde de héxagono;
4 – Coloque o molde embaixo do tecido para guiar a costura dos outros lados;


5 – Faça cinco héxagonos da mesma cor para as pétalas e um de cor diferente para o miolo. Costure as pétalas e o miolo para formar a flor.



Mais dicas para fazer variados tipos de fuxico no site:
http://novitavitrinedoartesanato.blogspot.com/2011/01/todos-os-tipos-de-fuxico.html

Um comentário:

  1. Muito boa matéria Val. Com conteúdo e estética impecável.
    Leomir Santana.

    ResponderExcluir

Literando