segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Atribuições do Conselho Tutelar não são conhecidas

Conselheiros estudam maneira de esclarecer sua função


         As atribuições do Conselho Tutelar não são compreendidas por boa parte da população do município de São Félix. De acordo com conselheiros, 40% dos casos atendidos semanalmente são de coisas que lhe competem e isso tem deixado-os apreensivos.
         Há mais de seis anos, tempo em que o ex-conselheiro, Ananias Soares da Conceição, ficou no cargo, o número de casos neste período atingiu 80%, segundo ele.
         Os conselheiros já utilizaram meios de esclarecer à população as suas principais atribuições: foram em rádios da região e conversaram com a comunidade, mas ainda há pessoas que não compreenderam bem suas principais funções.
         Casos como de crianças e adolescentes que não querem fazer as atividades escolares, que xingam em sala de aula, desobedecem aos pais; de pensão alimentícia; e até de idosos que confundem Conselho do Idoso com Conselho Tutelar, são registrados constantemente pelos conselheiros. "Têm pessoas que não sabem as atribuições dos conselheiros. Querem que nós trabalhemos como eles desejam, caso contrário, somos mal vistos por todos eles" disse o conselheiro Leandro dos Santos Leite.
         Quando as atribuições não são de competência do Conselho, as pessoas são ouvidas e encaminhadas para os órgãos competentes e às vezes, quando os casos são simples, os conselheiros orientam e tentam revolvê-los.

Casos difíceis

         Para Leandro Leite, os casos relacionados às escolas são mais complicados de resolver porque indiretamente a escola perde a sua autonomia. Mas, mesmo assim, ele e os demais conselheiros sempre atendem aos chamados dos professores e diretores.
         O Conselho Tutelar de São Félix este ano foi totalmente renovado, não houve reeleição de nem um dos conselheiros. Conforme disseram os novos conselheiros, uma das dificuldades de conseguir a reeleição é justamente quando eles não atendem as diligências que não lhe competem e as pessoas acham que estes não trabalham. “O Conselho Tutelar só é bom quando age como polícia e não é nossa essa função, é como o próprio nome já diz: serve mais para aconselhar” declara Leandro Leite.


Valdelice Santos

Um comentário:

  1. Conselheiro tutelar é essencial. Mto legal seu texto e bem esclarecedor para akeles q não conhecem as atribuições. Bjão linda Estou te seguindo viu:? gostei mto. Bjos

    ResponderExcluir

Literando