segunda-feira, 3 de maio de 2010

Brisa do Cajá

Brisa suave e aconchegante,

Namora o mar suavemente,

Conforta-me com um abraço forte

E encanta muita gente.

Oh, brisa do Cajá

Que em Maragogipe veio morar

Não permita que o mar

Possa um dia chorar.

Se é aqui que eu me abrigo

E venho as minhas lágrimas afogar.

Se ele ficar triste um dia

Minha vida mudaria,

Daria adeus a minha alegria

E sem prazer morreria.


Valdelice Santos

Um comentário:

  1. adorei o blog
    parabéns !!

    http://chardiebatista.blogspot.com/
    da uma passada por lah !!!
    abrax

    ResponderExcluir

Literando